O poder de reação diante dos resultados negativos

Olá pessoal...

Mais uma lição aprendida como futebol, tenho certeza que vcs vão gostar!

“Essa semana saiu no noticiário esportivo a matéria que apontava o único time 100% entre as quatro séries do Campeonato Brasileiro – o Rio Branco – AC, treinado pelo técnico Renê Marques, conhecido do pessoal de Itajaí por ter conseguido o acesso com o Almirante Barroso mais recentemente.

Curioso que comentando sobre a vitória, líder isolado da chave, invicto e já classificado para a segunda fase da competição, o técnico Renê Marques admitiu que a equipe sofreu “um apagão” durante parte do jogo e que “uma das vantagens de sua equipe é o poder de reação diante dos resultados negativos”. Segundo disse: “time bom sabe tomar gol”.

De fato, esta é uma verdade que cabe não só para uma equipe de futebol, mas na verdade, para vida. Porque é óbvia a vantagem que qualquer empresa, profissional ou aluno tem, quando tem poder de reação diante de resultados negativos.

Se não, veja, estatisticamente falando é muito mais provável um resultado negativo em qualquer empreitada que fizermos. Vai abrir um negócio, é estatisticamente é mais provável que você vai quebrar. Vai conhecer alguém, é estatisticamente é mais provável que você vai se desencantar.

Pense em Thomas Edison. O cara patenteou mais de 1.000 invenções, entre elas a lâmpada elétrica, mas ainda assim ficou conhecido pela frase “eu não falhei, eu descobri 10.000 maneiras em que ela não funcionava” ao se referir sobre a quantidade de vezes que “falhou” antes de descobrir como fazer a lâmpada elétrica.

Isso é que é poder de reação diante de resultados negativos.
Esse exemplo nos dá o que pensar. Como está minha capacidade de reação diante de resultados negativos? Espero nunca vai tomar gols na vida? Ou assim como o “Estrelão” somos um time que sabe tomar gol e ainda assim sabe levantar a cabeça e dar a volta por cima? Como anda minha capacidade de errar, aprender e melhorar? Entendo os erros como fracassos pessoais? Ou como uma coisa normal da vida, que se for bem aproveitada será útil para o crescimento pessoal e profissional?

Não se engane. Você vai errar. Todo mundo erra. Mas, alguns caem no chão e ficam por ali mesmo. Outros levantam. Tentam de novo. Tentam 10.000 vezes como Thomas Edison tentou. E por não desistir de tentar, acabam acertando. E daí tem um monte de gente que vai dizer que foi sorte. E até pode ter sido. Porque não esqueça que sorte é o encontro da preparação com a oportunidade. E porque não acrescentar, com a persistência!

... Tá precisando de sorte ... chame o Coach!



Sobre o autor, Sérgio Clemente: "sou Coach, meu trabalho é fazer as pessoas atingirem seus objetivos. Mais do que isso, é ajudar as pessoas a estarem em contínuo crescimento, em qualquer área da vida".

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

"as coisas deveriam ser diferentes"

Olá pessoal:

Compartilho com vocês mais uma reflexão... vale a pena tirar uns minutinhos pra ler....

“No meu mundo tudo seria diferente, nada era o que é, porque tudo era o que não é, tudo que é por sua vez não seria, e o que não fosse, seria – não é?” Assim argumentou a personagem Alice, no famoso As Aventuras de Alice no País das Maravilhas.

Ocorre que o sonho de criança, da personagem principal do filme, ecoa muitas e muitas vezes na vida real. Quantas vezes repetimos uma variação desta mesma frase. Algo como “as coisas deveriam ser diferentes…”.

E de fato, muitas vezes deveriam mesmo. Mas, não são. E se não são, na impossibilidade de mudar os outros, ou mesmo as circunstâncias, nos sobra poucas opções: ou sentamos e choramos, ou mudamos a nós mesmos.

Certamente a opção mais difícil é mudar a nós mesmos. São tantas as circunstâncias que trabalham contra, que começamos automaticamente a alistar… “mas se fosse assim…”, “mas se fosse assado..”,… e de novo, adivinhem … não temos a possibilidade mudar os outros, nem mesmo as circunstâncias, mas podemos mudar a nós mesmos.

De novo, isso não é fácil. Mudar dá trabalho. Consome energia. Nos deixa exaustos. Frequentemente damos dois passos para frente e um para trás. Às vezes, parece que estamos retrocedendo. Às vezes questionamos se está valendo a pena. Mas, é o único jeito de ir em frente, crescendo e progredindo. Um pouco por dia. Sabendo que no caminho teremos que enfrentar muitos “nãos”.

Dizem que Thomas Edison teria tido mais de 1400 experiências negativas antes de inventar a lâmpada elétrica incandescente. Dizem que ele teria dito que não fracassou 1400 vezes, ao contrário, descobriu mais de 1400 vezes como não se deve fazer uma lâmpada elétrica.

Não sei se você (ou eu!) vamos inventar algo relevante. Provavelmente não vamos. E isso não tem nenhuma importância, porque não estamos competindo com ninguém. Nosso objetivo pessoal deveria ser apenas um: ser HOJE uma versão melhor do que fomos ONTEM.

No fim, nossa batalha é apenas contra nós mesmos. Deveríamos nos examinar a cada dia e verificar onde podemos melhorar. Ou seja, onde EU posso ser melhor. Ao invés de onde O MUNDO pode ser melhor. Depois de perceber onde podemos ser pessoalmente melhores, determine uma meta e mãos à obra. Avance rumo seu objetivo. Mesmo com dificuldade, a caminhada fará você ir adiante, ao invés de ficar parado aonde está hoje. E, caso você não chegue lá, certamente não ficou parado aqui….

… E lembre-se … se precisar de ajuda, chame o Coach!

Quer saber mais sobre o Coach, visite o site: www.alcancesuameta.net

Sobre o autor, Sérgio Clemente: "sou Coach, meu trabalho é fazer as pessoas atingirem seus objetivos. Mais do que isso, é ajudar as pessoas a estarem em contínuo crescimento, em qualquer área da vida".


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

O que o futebol e a história do David Luiz podem nos ensinar sobre resiliência

Olá pessoal:

Quero compartilhar com vocês mais um texto do coach Sérgio Clemente, desta vez ele analisa a história de um famoso jogador de futebol e de que forma podemos aprender da sua resiliência, persistência e proatividade. Vale a pena a reflexão!

ALCANCE A SUA META: DAVID LUIZ CONSEGUE DAR VOLTA POR CIMA

No último dia 12, o Chelsea se tornou campeão Inglês com duas rodadas de antecedência. No elenco do time campeão, temos o brasileiro David Luiz, que todos certamente conhecem. Independentemente de se gostamos do seu futebol, de se o consideramos um craque ou um “pereba”, o fato que chama atenção é o seu início de carreira, similar ao da maioria dos jogadores de futebol de nosso país.

Ao jornal Daily Mail ele conta que ainda aos 14 anos soube o que era “passar fome” em busca do sonho de se tornar um jogador profissional. Curioso foi o momento da virada em sua carreira ainda iniciante. Ele conta que jogava com a 10, mas que estava no banco. Num jogo importante, viu dois dos zagueiros do seu time se machucarem. Então o treinador teria perguntado quem poderia jogar. Ele se colocou à disposição. O treinador teria dito, “mas você nunca foi defensor”, ao que ele teria respondido, “agora eu sou”. Resultado, foi o melhor da competição. Virou profissional. Jogou na Europa, na seleção e por fim foi campeão Inglês no último dia 12.

Porque gostei dessa história? Porque ela demonstra claramente a importância de uma característica chamada “resiliência”, ou seja, a capacidade de se moldar a uma nova circunstância.

Conforme ele mesmo disse, “assumi o risco, e isso mudou a minha vida e a vida da minha família”. A pergunta é: e se ele não tivesse assumido o risco? E se ele não tivesse se adaptado? Se tivesse insistido em ser o camisa 10? Não sabemos o que teria acontecido. Mas, sabemos que uma pessoa resiliente tem mais chance de “dar certo” do que outra que tem pouca resiliência.

A questão é. Costumamos ver estes “ídolos do esporte” como pessoas agraciadas. Mas, frequentemente desconhecemos “o caminho” que eles tiveram que traçar para chegar até lá. O fato é que independentemente se você acha seu ”ídolo” o melhor do mundo, ou não, o fato é que normalmente estas pessoas tiveram de demonstrar uma notável capacidade de perseguir suas metas, demonstrando resiliência, adaptação e foco.

Penso que, mais do que saber sobre seus carros, sobre suas namoradas, sobre seus gostos e seus hábitos, poderíamos aproveitar a “paixão brasileira pelo futebol” para aprender mais sobre estas características fundamentalmente – persistência, resiliência e foco – tão necessárias para atingir qualquer objetivo na vida.

Que tal na próxima rodada, ao invés de apenas notar a bela jogada, o gol bonito ou mesmo a grande defesa, que tal parar para perceber a pessoa – o humano! – por trás dessa jogada e o conjunto de qualidades que o levaram até ali?!

Quer saber mais sobre o Coach, visite o site: www.alcancesuameta.net

Sobre o autor, Sérgio Clemente: "sou Coach, meu trabalho é fazer as pessoas atingirem seus objetivos. Mais do que isso, é ajudar as pessoas a estarem em contínuo crescimento, em qualquer área da vida".


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

O que podemos aprender com os atletas sobre desenvolver competências?

Olá pessoal:

Quero compartilhar com vocês um artigo muito legal, que tem muito a ver com as Competências Profissionais... na verdade, não só elas, mas todas as habilidades que desejarmos desenvolver... tenho certeza que vocês vão gostar!

O autor é o Sérgio Clemente: "sou Coach, meu trabalho é fazer as pessoas atingirem seus objetivos. Mais do que isso, é ajudar as pessoas a estarem em contínuo crescimento, em qualquer área da vida".

ALCANCE A SUA META: CRISTIANO RONALDO NÃO É UMA MÁQUINA!

…"Cristiano Ronaldo é uma máquina de fazer gols e decidir partidas”… assim começava a matéria em um grande portal nacional da internet sobre a atuação de Cristiano Ronaldo no jogo de ontem.

Só que não. Cristiano Ronaldo NÃO é uma máquina. Ele é um humano. Preparado, bem treinado … talvez com um pingo daquilo que chamam de sorte… mas ainda assim é apenas um humano.

Penso que deveríamos olhar o exemplo de atletas como Cristiano Ronaldo e aprender uma lição básica e fundamental que o esporte pode nos dar: todos nós podemos desenvolver talentos e capacidade, mas para isso é necessário foco, determinação e treino.

O problema é que quando enxergamos estas pessoas como “máquinas”, como “divinos” ou como “mitos” tendemos a achar que eles vieram de outro mundo. Não! Eles não vieram. Eles são humanos. Eles apenas reforçaram ao longo de anos seus talentos, com muuuuuito trabalho, muuuuuito treino, muuuuuito foco e muuuuuita determinação.

A má notícia meu amigo, é que isso tudo não cai do céu. Não! Você não será acertado por um raio do céu e passará a ter talentos mágicos. O contrário pode acontecer. Quantos exemplos existem de pessoas que tinham muito talento mas acabaram estragando tudo por falta de treino, foco e determinação.

A boa notícia é que com treino, foco e determinação poderemos alcançar resultados expressivos em qualquer campo da vida. Note, eu disse em qualquer campo da vida.

A maior herança que o futebol (na verdade, que o esporte) pode nos dar, não é a alegria passageira de um bom jogo, mas sim, o exemplo de como desenvolver talentos e capacidade, de como manter o foco num objetivo apesar de dificuldades e de como melhorar a cada dia.

Talvez nunca nos tornaremos um Cristiano Ronaldo, mas com treino, foco e determinação poderemos vir a ser melhores do que fomos ontem. E amanhã, vir a ser melhor do que somos hoje. E assim sucessivamente. Por que no fim das contas, nosso jogo é apenas contra nós mesmos. Não temos e não devemos competir contra os outros. Temos que ser melhores do que nós mesmos a cada dia.

Devemos encarar cada dia como uma nova partida. Assim, a pergunta é: hoje, você está sendo melhor do que foi ontem? Se for, está crescendo e ganhando. Se não foi, precisa começar a crescer. Simples assim. Sem desespero, sem stress. Apenas com trabalho, foco e determinação. Sei disso porque esse é o meu trabalho. Como Coach meu maior objetivo é ver as pessoas crescerem a cada dia – e garanto a vocês, isso é totalmente possível!

Quer saber mais sobre o Coach, visite o site:http://www.alcancesuameta.net



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Palestra Gratuita

Boa tarde pessoal:

Pensando em melhorar a qualificação, orientar e apoiar as pessoas que buscam uma vaga no mercado de trabalho, o Balcão de Empregos da Prefeitura de Itajaí está com um projeto muito legal chamado POP - Programa de Orientação Profissional.
Estão sendo oferecidas palestras gratuitas de maneira quinzenal de diversos temas relacionados à vida profissional, vejam que legal o da próxima semana:





A palestra abordará dificuldades que as pessoas encontram quando buscam realizar seus objetivos e como transformá-las em oportunidade e combustível para motivação necessária, utilizando a técnica de Coaching.
Já assisti diversas palestras dele e posso garantir, são maravilhosas.
Muitas vezes algo que você ouve num momento destes pode mudar sua forma de pensar e porque não o rumo da sua vida? Os feedbacks das palestras anteriores são sensacionais.
Vale super a pena participar, o evento evento é gratuito!

Ajude a compartilhar!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Workshop de Conversação: Libras

Olá pessoal:


Já pararam pra pensar que Libras é uma língua e o aprendizado dela pode além de abrir sua mente pra um novo mundo, turbinar o seu currículo?
Hoje apresento a vocês, um novo projeto que estou desenvolvendo em parceria com um amigo surdo chamado Luis e a CDL de Itajaí. Como alguns sabem minha formação é como intérprete de Libras e sempre tento sensibilizar as pessoas sobre as dificuldades que os surdos enfrentam e incentivar o aprendizado da Libras.
Sabemos que para aprender uma nova língua é necessário tempo e dedicação e caso o aluno não continue praticando todo seu esforço será desperdiçado pelo esquecimento. 
Pensando nisso e considerando que tempo é algo escasso nos dias de hoje, desenvolvemos este workshop de 12 horas que visa apresentar aos participantes uma visão geral da cultura surda, ensinar sinais básicos mas principalmente ajudá-los a desenvolver estratégias de comunicação que serão extremamente úteis mesmo que os sinais "oficiais" tenham sido esquecidos ou não sejam conhecidos. 
Vamos proporcionar ao participante subsídios para que ao se deparar com uma dificuldade de comunicação com um cliente surdo ele consiga manter a calma, acolher, orientar e encaminhar a situação de modo que as necessidades do cliente sejam atendidas, garantindo sua satisfação. Tudo isso num clima descontraído e favorável ao aprendizado, com diversas atividades práticas.

Conto com a ajuda de todos na divulgação desse projeto! 

Mais informações comigo pelo e-mail: lianamartins.itj@gmail.com ou pelo whats 47 9196-2066


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Treinamento: Desenvolvendo Competências

Olá pessoal...

Já falamos diversas vezes aqui no blog sobre a importância das competências profissionais no mercado de trabalho, que para ser um bom profissional, só o conhecimento técnico não basta, aliás, é a partir desta ideia que surgiu o nome do blog. 
Contudo essas competências não podem ser aprendidas da mesma maneira teórica que você aprende outras coisas, elas devem ser desenvolvidas com atividades adequadas e bem orientadas, na prática.
Pensando nisso, firmamos parceria com mais 2 profissionais e estamos oferecendo a vocês um treinamento que tem por objetivo proporcionar vivências que possibilitem a você desenvolver habilidades como liderança, motivação, trabalho em equipe, comunicação, planejamento, organização e foco em resultados.
Veja abaixo:




Quem desejar mais informações, fique à vontade para entrar em contato conosco no telefone (whats) acima, ou no e-mail: lianamartins.itj@gmail.com 




  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS